Livro

Para rir até chorar com a cultura popular

Minha intenção é mostrar o lado humorístico de diversos ramos de nossa poesia popular, com destaque especial para a Cantoria, que já foi muito popular no sertão nordestino. Mas, mesmo sem aquela valorização do passado, tem resistido ao tempo e ainda mantém sua importância como cultura que é. Da mesma forma, a Literatura de Cordel, as Emboladas, os ABC, os Poemas, as Canções, os Romances, as Gestas, etc. também já tiveram sua época de ouro.

Os temas abordados nessas manifestações artísticas são infinitos, mas os mais quentes e esperados são os ataques entre os seus participantes. São verdadeiras brigas poéticas. Aqui trataremos especificamente daqueles mais engraçados e bem humorados. Os cantadores também aproveitam as circunstâncias que ocorrem durante o evento para a introdução de gracejos e palavras “malcriadas”. Da mesma forma, as características dos adversários e seus defeitos são motivos para a “ridicularização”.








Veja alguns trechos do livro
+ sobre o livro
+ sobre o autor
Release e entrevista  (por Jaquilane Medeiros)

O humor está presente em todos os temas apresentados. Às vezes ele se manifesta de forma ingênua e engraçada e em outras vezes se apresenta de modo malcriado. O humor desses poetas populares está na forma de contar vantagem, xingar, zombar, sair de enrascadas preparadas pelos adversários e cantar coisas absurdas. Fazem isso, principalmente, para descontrair a platéia ou os leitores e fazê-los rir. Em todas as ocasiões, eles demonstram talento e habilidade que contagiam o seu público. São o gênio e a aptidão natural desses artistas que ainda despertam o interesse por essas expressões artísticas e as mantém vivas nos dias de hoje.

No livro estão reunidos os versos mais lindos, alegres e bem humorados de todos os tempos, cantados ou escritos por alguns dos mais extraordinários poetas nordestinos, quase todos já publicados em outros livros ou gravadas em “CD” e, portanto, já do conhecimento público. Apenas relacionei alguns que julguei mais interessantes. São Quadras, Décimas, Sextilhas, Mourões, Martelos, ABC, Cordel, Emboladas e outras formas de poesia que veremos adiante. Elas despertaram palmas e arrancaram gargalhadas dos ouvintes e leitores. Para facilitar a leitura, elas estão agrupadas em 21 temas diferentes, cada qual agrupando poesias específicas daquele assunto.

Durante os trabalhos de pesquisas foram encontradas muitas controvérsias referentes a autoria de vários versos. Enquanto um escritor ou violeiro cita determinado repente como sendo de criação de fulano, outro afirma que é de cicrano. As vezes, um terceiro garante que é de beltrano. Também encontrei as mesmas poesias escritas com palavras ou frases diferentes umas das outras, sem contudo modificar o sentido da estrofe. Assim, peço desculpas antecipadas aos leitores, pelas possíveis falhas detectadas.

O autor


Créditos do livro:
Autor: Marcos França
Capa: Ícaro  Medeiros
Ilustrações internas: Ícaro Medeiros e Thiala Medeiros
Orelha: Jaquilane Medeiros
Diagramação: Ígor Medeiros
Ano de lançamento: 2006

Créditos do site:

Criação: Ígor Medeiros

Atualizacões: Marcos França e Ígor Medeiros

Gostou deste site? Entre em contato e solicite um orçamento para seu projeto.

^